segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Recriação Literária: Por que não textar?









Recriação Literária: Por que não textar? Esse foi o Tema do Projeto elaborado pelos professores - cursistas do Gestar II, do Colégio Central de Ribeira do Pombal. Muita criatividade, muita vontade de fazer diferente, esse projeto iluminou os alunos do Colégio Central com apresentações de peças teatrais muito criativas. Me emociona ver professores buscando aulas mais dinâmicas e criando projetos para fazer isso acontecer.Parabéns a todos vocês - professores, alunos, diretor e demais envolvidos nesse maravilhoso evento.Por que não textar?



























































quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Recontando histórias

Ah! Quanta alegria, mais de um palhaço no salão...
Era uma vez ... A Escola Estadual Presidente Médici em Ribeira do Pombal...
Você viu? Você estava lá?
Estavam todos lá...Príncipes, Princesas, Bruxas, Sábios e Súditos...
Foi encantador ver mais uma escola realizar Projeto com o olhar do Programa Gestar,
Foi encantador ver a alegria estampada no rosto de cada um...
Alunos, professores... Todos que se fizeram presente, parabéns!!!!











































































































































quinta-feira, 3 de junho de 2010

Gestar em Crisópolis

Uma Cidadezinha, mas, não é qualquer...Quanta gente, tanta gente, muita gente, quantos rostos, tantos sorrisos...Quantos olhares, únicos olhares, incansáveis olhares...Quanta busca, quanta sabedoria, muita transformação!!!Olhei, vi, presenciei, que sucesso, que maravilha, que êxito é o Gestar em Crisópolis - uma cidade que fica no nordeste baiano com aproximadamente 17.000 habitantes. Foi lá que presenciei uma apresentação do projeto do professor mais que professor de matemática, José Ademilton, cursista do programa Gestar desenvolvido pelo formador Geraldo Cavalcanti.Valeu, valeu muito estar presente naquele momento, é sempre gratificante presenciar o acolher, o abraçar e o reconhecer... Obrigada a todos, todos os rostos e sorrisos aprendizes.
Insista, persista, nunca desista...
























segunda-feira, 24 de maio de 2010

Conhecimento


Conhecimento: elucidação da realidade.
“[...] É o meio pelo qual se descobre a essência das coisas que se manifesta por meio de suas aparências”. (LUCKESI & PASSOS, 2002, p. 15)

segunda-feira, 8 de março de 2010

"Saber Viver"

Nao sei ... Se a vida é curta
Ou longa demais para nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura... Enquanto durar

Cora Coralina

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Vídeo relato dos Cursistas

video

Auto Retrato


É bom olhar pra trás e admirar a vida que soubemos fazer. É bom olhar pra frente, é bom nunca é igual. Olhar, beijar e ouvir, cantar um novo dia nascendo... (Nando Reis)

É bom concluir etapas que nos propusemos cumprir! É bom saber que no momento fizemos o melhor! É bom perceber que se formos fazer amanhã, faremos melhor ainda...
As Oficinas do Gestar 2009 foram muito proveitosas. Nos proporcionou reflexões que nos fizeram crescer profissionalmente. Tivemos a necessidade de pesquisar e estudar mais, muito mais. Os nossos cursistas foram maravilhosos, cumpriram com as tarefas solicitadas com muita vontade, isso é gratificante. É gratificante percebermos o professor querendo mudar as suas aulas, querendo alcançar objetivos. Tudo isso é mudança proporcionada pelo Gestar.
Que Gestar é esse que nos eleva a auto-estima, que nos faz acreditar que podemos? Não imaginei que em tão pouco tempo, em meio a oficinas muito próximas, conseguiríamos desenvolver um trabalho com qualidade. Corri muito, fui a várias escolas, vi, discuti, refleti realidades distintas e resultados parecidos. Sei que não fui perfeita, mas quem disse que busco a perfeição? Quero ter sempre a consciência tranquila de que nesse momento, faço o melhor. Se tenho que me dar uma nota, acredito que oito é merecido, pois apesar dos erros, chego ao final dessa etapa com a sensação de dever cumprido e o desejo de que no próximo ano possa sentir a alegria de saber que fiz melhor que no ano anterior.
Valeu à pena! Ô se valeu!! Posso dizer que estou feliz!